FANDOM


Veela
P4 Fleur Delacour
Fleur Delacour, o mais notável exemplo da espécie
Sim, possuem inteligência humana
Cor da pele:
Branca
Cor dos olhos:
Várias cores (principalmente azuis)
Cor dos cabelos:
Branco dourados
Cor dos pelos:
Não possuem pelos
Cor das penas:
Não possuem penas
Área nativa:
Apelido(s):
Apelidos desconhecidos
Altura:
Variável
Peso:
Variável
Comprimento:
Variável
Envergadura:
Não possuem
Mortalidade:
Distinção:
Extremamente bonitas; podem facilmente encantar um homem.
Quando com raiva, elas se transformam em criaturas semelhantes as Harpias.
Afiliação(ões):
Variável
Sencientes
Status da espécie:
Segura
IFxE é por isso, meninos, que vocês nunca devem andar pelas florestas sozinhos.IF
―Arthur Weasley sobre as veelas[fonte]

As veelas (singular: veela) são uma raça humanoide de semi-humanas que lembram as sereias da mitologia grega. Fora o fato delas se parecerem com lindas, jovens e belas humanas, pouco se sabe sobre sua biologia. Seus olhos e, especialmente, sua dança é magicamente sedutora para quase todos os seres sencientes do sexo masculino, o que os leva a realizar ações um tanto estranhas para conseguirem, ao menos, se aproximar delas. As veelas tem o seu próprio tipo de magia e que não requer uma varinha para o uso. No entanto, apesar de belas, quando ficam com extrema raiva elas se transformam em uma criatura que lembra as Harpias (também da mitologia grega) - longas e escamosas asas explodem de seus ombros, seus rostos se transformam e passam a possuir um bico afiado no lugar da boca e adquirem a habilidade de produzir e lançar bolas de fogo pelas mãos. As veelas parecem ser uma raça muito facilmente irritável. Por exemplo, na Copa Mundial de Quadribol de 1994, as mascotes da Seleção Búlgara de Quadribol foram facilmente insultadas pelos Leprechauns, algo que resultou em um tumulto entre os mascotes das duas seleções em campo. Depois desse pequeno confronto, foi pedido que as mascotes da Bulgária se retirassem de campo. O fato de Veelas serem as mascotes da Seleção Búlgara de Quadribol, talves, indique que suas origens como sendo no Leste Europeu, embora os Delacour, que são da França, podem ser a prova de que elas podem ser encontradas em todo o continente.

O cabelo das veelas é uma substância mágica, apropriada como núcleo para a fabricação de uma varinha. O renomado fabricante de varinhas, Garrick Olivaras, pessoalmente, nunca o usa como núcleo pois, de acordo com o próprio, o produto tende a deixar a varinha um tanto "temperamental"[1]. O núcleo da varinha de Fleur Delacour contém um fio de cabelo de sua avó veela. Isto parece um pouco irônico, pois as antigas histórias da mitologia eslava afirmam que, se um único fio de cabelo de uma veela for arrancado de sua cabeça ela irá morrer ou se desfigurar, embora seja possível que o fio de cabelo de avó de Fleur não tenha sido arrancado, e sim apenas colhido do chão depois de ter caído[1].

Cruzamento com humanos

Goblet-of-Fire-fleur-delacour-18893330-2560-1702

Fleur Delacour é 'um quarto-veela'.

Veelas são conhecidas por se casarem com bruxos, embora não se saiba se alguma, algum dia, se casou com um trouxa. As crianças nascidas dessas uniões são conhecidas como Meio-veela, e, em cem por cento dos casos, elas herdarão a habilidade mágica do pai e a beleza e charme da mãe. Traços veela parecem persistir por, pelo menos, algumas gerações.

Apolline Delacour é meio-veela, portanto, suas filhas, Fleur e Gabrielle são 'um quarto-veela'[1], e os filhos de Fleur, Victoire, Dominique e Louis são 'um oitavo-veela'; não se sabe se eles herdaram quaisquer características específicas de sua bisavó veela[2].

Veelas conhacidas

Curiosidades

  • Na mitologia eslava veelas (em inglês) são criaturas semelhantes a ninfas, que vivem em lagos e rios e possuem poderes e habilidades apenas durante tempestades. Elas podem ser os fantasmas de mulheres que se afogaram, especialmente aquelas que foram traídas por seus amantes. Elas geralmente aparecem como lindas e belas mulheres, mas são conhecidas por terem também a habilidade de se transformarem em cisnes, cobras, cavalos, ou lobos. Suas vozes e o seu canto mistico seduzem e hipnotizam todo e qualquer homem que o ouvisse. Curiosamente, uma vez que a varinha de Fleur Delacour tem um fio do cabelo de sua avó veela, e, em algumas lendas eslavas, é dito que, se um unico fio do cabelo de uma Veela for arrancado, ela vai morrer ou ser forçada a se transformar em uma forma não-humana. Veelas são as principais personagens do folclore búlgaro e sérvio, um bom exemplo disso é a história de Marko Kraljevic e a Veela(em sérvio).
  • Uma das perguntas do Segundo Nível do W.O.M.B.A.T. pede ao examinado que identifique qual das cinco declarações dadas é falsa; uma delas afirma que Veelas puro-sangue do sexo masculino existem.
  • Veelas são semelhantes às sereias da mitologia grega. Elas são apresentadas no poema Odisséia (de Homero), como criaturas híbridas meio-pássaros, que moram nas altas montanhas de ilhas no mar, cujo canto hipnótico provoca o naufrágio dos barcos dos marinheiros. Nos dias atuais, elas também são retratadas na popular série de fantasia americana, Percy Jackson e os Olimpianos. Na série, elas são mostradas como uma das várias razões pelas quais pessoas desaparecem no Triângulo das Bermudas, lugar também conhecido como "o Mar de Monstros".

Aparições

Veja também

Notas e referências

  1. 1,0 1,1 1,2 Harry Potter e o Cálice de Fogo
  2. Harry Potter e as Relíquias da Morte
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.