FANDOM


50px-Under construction icon-orange.svg ATENÇÃO!
Este artigo está passando por um processo de construção ou reestruturação.
A informação nele presente poderá mudar rapidamente, podendo conter erros que logo serão corrigidos.
50px-Under construction icon-orange.svg


C0634d41d6 77756546 o2

Lord Voldemort, um bruxo que procurou e, temporariamente, alcançou a imortalidade.

Rony: IFxImortalidade.IF
Hermione: IFxQuer dizer que você nunca vai morrer.IF
—Rony e Hemione em 1991[fonte]

Imortalidade (ou vida eterna) é o conceito de viver em uma forma física por período infinito ou inconcebivelmente longo de tempo. A imortalidade é um dos limites conhecidos da magia; sendo algo quase impossível de se alcançar. As únicas formas conhecidas de se tornar imortal é usando um objeto místico de grande poder para conter e sustentar a vida (como a Pedra Filosofal, criada por Nicolau Flamel, ou uma Horcrux, tendo esta última sido usada por Lord Voldemort). De acordo com a lenda, quem quer que possua as três Relíquias da Morte, se torna o "Mestre da Morte" e, presumivelmente, passaria a ter poder sobre a mesma. No entanto, ser um verdadeiro "Mestre da Morte" é estar disposto a aceitar que a morte é algo inevitável.

A imortalidade não deve ser confundida com amortalidade, que é algo incapaz de morrer devido ao fato de nunca ter sido um ser vivo.

Pedra Filosofal

Exquisite-kfind Artigo principal: Pedra Filosofal e Elixir da Vida
Elixir of Life

O Elixir da Vida.

A Pedra Filosofal, uma pedra especial criada pelo famoso alquimista Nicolau Flamel, é capaz de produzir um dos pouquíssimos meios conhecidos de se alcançar a imortalidade: o Elixir da Vida. Em 1991 e 1992, um enfraquecido Lord Voldemort tentou ganhar a posse da Pedra para que assim pudesse subir ao poder novamente após sua queda, 10 anos atrás. Depois disso, para evitar a Pedra caísse em mãos erradas ela foi então destruída por Alvo Dumbledore e pelo próprio Flamel. Com a destruição da Pedra Filosofal, todos os indivíduos que eram imortais (através do uso do Elixir, como Flamel e sua esposa, por exemplo) acabaram por morrer após o fornecimento do Elixir ter acabado[1].

O Elixir, no entanto, não concede a imortalidade de fato, uma vez que ele só estende a vida útil do bebedor, em oposição a torná-lo invulnerável a danos fi físicos. Assim, é possível que eles morram mesmo bebendo a poção. O Elixir também deve ser consumido regularmente por toda a eternidade para manter a eterna juventude do usuário.

Horcruxes

Exquisite-kfind Artigo principal: Horcrux
Horcruxes

Algumas das Horcruxes de Voldemort.

Uma Horcrux é um objeto escolhido que servirá para o propósito de ser um receptáculo para parte de uma alma dividida do corpo original, após a ação mais desumana do mundo bruxo: assassinato. Se todas as Horcruxes (e por extensão, a alma do bruxo) permaneceram intactas, o bruxo é considerado imortal. A divisão da alma é considerada uma alta violação das leis da natureza e da existência. A violação é tão grave que muitíssimos poucos optão por ela, e, portanto, o ato é considerado como Artes das Trevas da mais obscura[2]. Herpo, o Sujo foi o primeiro bruxo conhecido que criou uma Horcrux, e, portanto, a pessoa a qual foi atribuída a descoberta deste tipo de magia negra.

A fim de manter seu status de imortal, Lord Voldemort dividiu sua alma seis vezes e manteve suas Horcurxes escondidas de absolutamente todos para proteger a sua própria vida. Ele dividiu a própria alma, muitas vezes, acreditando na crença provável de que sete é um número altamente mágico e poderoso, mas tinha a intenção de criar apenas seis Horcruxes, com a sétima parte de sua alma sendo a parte restante dentro dele mesmo, assim, tendo-a partido em sete partes iguais. Voldemort foi o único bruxo na história a ter criado mais de uma Horcrux e, portanto, é considerado o mais próximo da verdadeira imortalidade. No entanto, sem que ele soubesse, sua alma foi dividida uma sétima vez. As sete Horcruxes foram todas itens de propriedade de pessoas respeitáveis que desempenharam um papel importante — ou marcante — em sua vida, incluindo os quatro fundadores de Hogwarts. Seus melhores planos foram, no entanto, frustrados devido a sua arrogância, quando Régulo Black, Alvo Dumbledore, Harry Potter, Rony Weasley e Hermione Granger descobriram o esconderijo de cada uma de suas Horcruxes e as destruíram (Vicente Crabbe também destruiu uma, mas foi sem saber) devolvendo a Voldemort a sua mortalidade e levo-o à sua eventual e definitiva morte[3].

Fênixies

Sangue de unicórnio

Relíquias da Morte

Veja também

Notas e referências

  1. Harry Potter e a Pedra Filosofal
  2. Harry Potter e o Enigma do Príncipe
  3. Harry Potter e as Relíquias da Morte
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.