FANDOM


50px-Under construction icon-orange.svg ATENÇÃO!
Este artigo está passando por um processo de construção ou reestruturação.
A informação nele presente poderá mudar rapidamente, podendo conter erros que logo serão corrigidos.
50px-Under construction icon-orange.svg


Latest3

O primeiro beijo de Harry e Gina em 1997.

IFxHá uma sala no Departamento de Mistérios que é mantida trancada o tempo todo. Ela contém uma força que, ao mesmo tempo, é a mais maravilhosa e a mais terrível do que a morte, que a inteligência humana ou que as forças da natureza. Talvez ela seja também o mais misterioso dos muitos objetos de estudo que estão lá. O poder mantido dentro dessa sala você possui em grandes quantidades enquanto Voldemort não possui nada.IF
―Alvo Dumbledore[fonte]

Amor é o mais profundo, poderoso e inefável sentimento de carinho que um ser pode sentir e demonstrar por outro. Quem o sente e vivencia adquire a capacidade de fazer grandes coisas e atos em prol dos que ama. Alguém cheio de ódio, como Tom Riddle, que em toda a sua vida nunca o conheceu, não consegue entender as propriedades mágicas contidas nesse sentimento. O amor é um dos mais fortes e poderosos tipos de magia e, como tal, há uma sala dedicada inteiramente ao estudo dele no Departamento de Mistérios. O amor (muito possivelmente) também é um dos ramos mais misteriosos da magia e é extremamente difícil de se compreender.

Há uma diferença entre o amor verdadeiro e uma paixão simples, de curto prazo, como a paixonite que Harry Potter desenvolveu por Cho Chang. Durante um tempo os dois namoraram mas, devido a vários desentendimentos e brigas, a relação acabou por se desfazer e com Harry perdendo completamente o interesse em Cho.

Amor na literatura

IFxAgora você está curado e conhecerá o verdadeiro amor!IF
―A Donzela[fonte]

Amor e magia

IFxVocê está protegido por sua capacidade de amar! A única proteção que pode funcionar contra a sedução de um poder como o de Voldemort! Apesar de todo o sofrimento e tentação pela qual você passou, você permaneceu puro de coração, tão puro quanto era há cinco anos, quando você olhou em um espelho que refletia o desejo do seu coração. Harry, você tem alguma ideia de como poucos bruxos podiam ver o que você viu no espelho?IF
Alvo Dumbledore em uma conversa com Harry em 1996[fonte]
Latesty

O Patrono de Ninfadora Tonks era um lobisomem. Uma demonstração da ligação entre amor e magia e do amor que ela sentia pelo seu marido.

O amor tem um forte e profundo efeito sobre magia. O amor que Lílian Potter sentia pelo seu filho a deixou disposta a morrer por ele em um sacrifício que, por dezessete anos, deixou Harry Potter protegido contra muitas outras poderosas artes de Magia Negra — como a Maldição da Morte, por exemplo. O amor é a única proteção eficaz contra a sedução e o poder das Artes das Trevas, que são alimentadas por emoções e sentimentos como ódio e rancor. Harry não conseguiu aprender Oclumência, a fim de bloquear sua conexão com a mente de Lord Voldemort, mas, no entanto, ele conseguiu bloquear a ligação quando se concentrou em seus sentimentos por seus entes queridos, quando ele sentiu o pesar sobre a morte de seu padrinho, e quando ele demonstrou desespero e preocupação quando Hermione estava sendo torturada por Belatriz Lestrange. Aqueles que estão cheios de ódio, como Tom Riddle e Quirino Quirrell, podem ser seriamente feridos (ou até mesmo mortos) pelo simples toque de alguém que, em oposição à eles, esteja cheio de amor no coração.

O amor também pode afetar outros tipos de magia, mais explicitamente o Patrono. O Patrono de Harry é o mesmo que o Patrono e a forma Animaga de seu pai, um cervo. A esposa de Tiago (Lílian Potter) teve uma corça como Patrono, que, por sinal, é a fêmea do cervo. Devido ao amor que sente por Lílian, o Patrono de Severo Snape acabou por se transformar em uma corça também. O Patrono de Ninfadora Tonks mudou para um lobisomem quando ela se apaixonou por Remo Lupin.

Poções do amor, como Amortentia, e Encantamentos Fascinantes, são destinados a criar uma forma artificial de amor, mas não podem, de maneira alguma, criar amor verdadeiro. Em vez disso, elas podem, no máximo, produzir uma forte e intensa paixonite. Quando uma pessoa cheira Amortentia, ela irá sentir aromas que vão lembrá-la de que e de quem ela ama. Dentro da Sala do Amor, no Departamento de Mistérios, é o lugar especifico aonde o amor está sendo estudado, e é lá também onde uma grande e perigosa fonte de Amortentia é mantida.

Parece que aqueles que abusam do poder do amor, ou que o aplicam para o bem daqueles que possuem afinidades com as Artes das Trevas, com base na Primeira Lei das Leis Fundamentais da Magia, geralmente sofrem alguma reação grave. Um bom exemplo é visto quando Mérope Gaunt usa encantamentos para subjugar o homem que ela realmente amava, apenas para, depois, ser abandonada e deixada para morrer em desespero (juntamente com seus poderes mágicos que estavam sendo drenados pela tristeza). No entanto, mesmo assim, ela resolveu dar à luz e acabou por trazer ao mundo uma criança incapaz de sentir amor e, sem querer, inciou uma campanha de ódio que durou muitas décadas, antes de seu filho ser deixado a sofrer um terrível destino pós-morte, devido à sua falta de compreensão do amor. Além disso, apesar da Sra. Crouch e Winky amarem verdadeiramente Bartô Crouch Jr. e abdicarem de muitos de seus próprios benefícios para o bem dele, ele se mostrava totalmente ingrato e, em vez fazer valer os sacrifícios das duas, ele abusava de seus sentimentos e acabou por voltar-se para as Artes das Trevas, o que o levou ao seu destino, considerado por muitos, pior do que a morte.

Ligações externas

Aparições

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.